O mundo pode ser um palco. Mas o elenco é um horror.

Considero o mundo por aquilo que ele é: um palco em que cada um deve recitar um papel,  e o meu é um papel triste.

Oláa…hoje já comecei o dia passando raiva…aff…o meu celular toca  e na tela dele aparece escrito aquele nome, sabe o nome daquela pessoa que você queria muito que ligasse, aquele q faz com que vc fique sentada na frente do computado no msn esperando aquela maldita plaquinha subir com o nome dele, aquele que vc ama (no meu caso, amava…) incondicionalmente e que não te dá a minima , aquele que te magoa sem saber, aquele que faz falta quando o some e transforma seu mundo em um lugar bem melhor soh de estar perto, aquele que vc queria que fizesse parte da sua vida pra sempre…e eu resolvo por bem que é melhor ficar longe…vou contar uma história pra vcs.

Quando comecei a me dedicar ao ramo da gastronomia, eu me decidi que gostaria de me dedicar mais intensamente à area de confeitaria, combina mais comigo, com o que gosto. Então resolvi me profissionalizar mais na área e me inscrevi pro curso de confeiteiro do senac daqui de Maringá. Quando a gente faz inscrição, primeiro a gente tem que fazer uma provinha, daí no dia marcado estava eu lá no senac efoi nesse dia que eu conheci uma das minhas grandes amigas, a Indioara, mais essa é uma  outra história. Quando a gente entrou pra fazer a prova sentou atrás de mim um rapaz, lindo, que me deixou arrepiada da cabeça aos pés. Mais só me impressionei mesmo, afinal nem sabia no que ia dar aquilo tudo. Depois da prova a gente passa por uma entrevista com a nutricionista (chatissima) do senac, daí ela explica o curso, diz como funciona, e o que a gente pode ou não fazer, como é o uniforme, e tals e depois, pra minha surpresa, encaminha a gente pra fazer exames de saúde no sesi daqui, depois que o resultado dos exames saí a gente é chamado e paga a primeira parcela e começa o curso, que começa com aulas teóricas, todos juntos. Daí dia 09 de março de 2009 lá estava eu sentada numa cadeira de uma das salas de aula do senac pra começar minha primeira aula, a aula começa e nada do moço bonito chegar. A professora começou com uma dinamica pra gente se apresentar e pra conhecer mais as pessoas que estariam com a gente por longos 4 meses de aulas. Depois de todos se apresentarem a gente seguiu com a aula, e eu tive certeza de que tinha feito a melhor escolha da minha vida ao optar por fazer o curso!  No segundo dia de aula lá estava eu novamente e eis que surge o moço bonito do dia da prova. Fiquei ate sem rumo…ele me olhou e sorriu…meu Deus…tremi de cima em baixo…não teve quem não notou! Daí, como ele e mais uma colega nossa, a Ivete, não tinham se apresentado a nós no primeiro dia, fariam isso no segundo…aí que eu descobri: Ricardo, administrador de formação, 35 anos, residente por cinco anos no japão, havia acabado de retornar ao Brasil, estava querendo investir o dinheiro que ganhou por lah num empreendimento gastronomico, por isso faria o curso, divorciado e pai de uma mocinha linda , a doce Amanda, mora com os pais…adorava mais a cada palavra…meu Deus, o que estaria acontecendo comigo? Era loucura…mais uma loucura tão boa que não consegui me desvencilhar dela… Daí prosseguimos com as aulas e a coisa foi so piorando, pra mim, lógico. Pro meu azar, ele realmente era muito simpático, cordial, tudo que uma mulher procura. E eu fui gostando cada vez mais. Quando ele descobriu que eu fazia gastronomia, logo veio conversar comigo, pediu meu msn e até me adicionou…não sei porque deixei, só me ecantei mais…depois que a proximidade foi aumentando ele começou a ser bonzinho e me dar carona pra casa depois das aulas…e cada vez ficava pior porque cada vez eugostava mais dele e ele nem ai pra mim…o que ele queria de mim era apenas  extrir informações que pudessem lhe ser uteis no seu negócio, mais eu demorei pra me tocar. A té que começaram as aulas praticas, meu deus, como aquele homem ficav lindo numa dolma…e a cada dia que passava eu ia pro curso com mais vontade de ve-lo, quando ele faltava meu chão parece que despencava, não conseguia me concentrar e as pessoas do curso, que todas sabiam o quanto eu gostava dele, menos o proprio, perguntavam porque eu estava tão calada e distante, ainda mais porque a ge nte era uma dupla, todo mundo conspirava pra deixar a gente trabalhar junto, e eu ficava tão nervosa que não conseguia fazer nada direito perto dele. E assim se arrastou o curso. O pior dia foi quando ele levou uma mulher junto com ele. Até hoje eu não posso afirmar o que ela era dele, suponho que deveria ser algum tipo de namorada, mais como ele apresentou- me ela como sua namorada, então também nem perguntei…foi uma segunda feira, a pior da minha vida, nunca tinha sentido um aperto tão dolorido e profundo no peito, eu queria sumir dali, meu coração chorava dentro de mim, e como se não bastasse ele me ofereceu carona junto com ela, foi horrivel, foram os dois na frente e eu atrás, me sentindo uma criança, a pior pessoa do mundo, não sei o que ele queria, mais que me senti o pior lixo do mundo eu me senti. Depois disso fiquei esperta e decidi que deveria deixar de gostar dele, de alguma forma, mais era impossivel, eu tentava ser grossa, me afastar, trabalhar com outras pessoas, mais ele sempre dava um jeito, olhava pra mim com aqueles olhos lindos e dava AQUELE sorriso arrebatador, parece que eu derretia e perdia logo a compostura de novo. Teve um dia que eu não consegui me controlar , foi um dia que a Amanda(nao a filha dele), uma que fazia curso com a gente veio repor aula a noite, ela era bobinha tadinha, mais foi inevitável, ele conversava com ela da mesma forma como conversava comigo, fiquei com tanta raiva que até espirrei gordura quente em mim, quase morri de ódio , e le, lógico ficou sem entender nada. Assim se arrastaram os dias de curso eu o amando secretamente e ele cada vez mais longe do meu alcance, porque que eu sempre tenho que gostar de quem não gosta de mim??Oooo sina!!  No aniversário dele eu organizei até uma festinha surpresa, comprei um cartão pela turma, e tinha até comprado um pessoal, só meu, que eu nunca consegui dar a ele porque me faltou coragem. E assim se arrastaram os dias de curso . Teve até um dia que ele me ligou e disse que queria conhecer a cozinha do cesumar, eu saí da minha aula e fui mostrar pra ele a cozinha toda, mostrei vários lugares e ainda ele me ajudou em algumas coisas do meu plano de negócios da faculdade, me deu até uma caroninha naquele dia.  Quando chegou no final eu não queria que acabasse porque ia ficar distante dele. Combinamos de irmos todos numa pizzaria depois do curso…adivinha em que carro me enfiaram?? Óbvio que no dele, pelo menos a Rosa foi junto comigo  e depois na hora de ir embora ele até pagou a conta tda, minha, dele e da Rosa. O pessoal se encaminhou cada qual pra sua carona e sobramos eu e ele, daí , ele com aquela mania de ser cordial, me trouxe até em casa, e ficamos um bom tempo conversando dentro do carro no portão, rolou até um abraço de despedida, e depois desse dia nunca mais o vi, ainda mandei umas mensagens mais ele parece que me evita agora, não responde minhas mensagens, não responde os meus recados no orkut e não entra no msn, ou melhor, acho que me bloqueou no msn dele, afinal ele sempre entrava, e agora de uma hora pra outra não entra mais… Fquei na expectativa de que ele seria simpático, ou pelo menos educado e que me convidaria pra trabalhar com ele, e olha que eu aceitava qualquer salário, mais não , ele sabia que eu estava passando o maior perrengue pra conseguir um emprego e que disso dependia a minha permanência em Maringá, mais não rolou nem uma oferta pra trabalhar lá, nem pra mim, nem pra Indioara, e olha que ela tem experiencia em cozinha heim…daí fui ficando decepcionada com ele e a distância contribuiu pra que eu conseguisse esquecer um pouco dessa loucura. Ele inaugurou dia 11/11/09, há alguns dias atrás, chama Junko Restaurante e Petiscaria. Sinceramente, eu não queria muito ir, pra evitar que aquelas sensações que eu tenho perto dele que me deixam boba e que com a distância eu fiz me deixarem um pouco em paz voltem, mais a Rosa quer ir e quer que eu vá junto, e não tem como negar um pedido da Rosa, afinal eu amo ela! Mais ainda vou demorar pra ir, porque amanhã sigo pra Prudente, pra ficar por lá pelo menos até dezembro, só volto pro vestibular da UEM. E ontem ele deu pra me ligar, só hoje já ligou três vezes, mais eu não atendi, acho melhor não me envolver mais com ele, porque se não todas aquelas sensaçoes que eu lutei tanto pra não ter mais voltam e me deixam louca de novo. Acho melhor ficar longe manter uma zona de isolamento até me sentir segura pra ir lá e encarar ele novamente. Mais sinceramente, não sei o que esperar desse novo encontro. Prefiro esperar pra ver do que prever. Espero que ele não ligue mais, porque já faz meia hora que to chorando sem saber o que fazer e com aquele aperto no peito que dói, acho que ele não sabe o quanto dói, porque senão não fazia isso comigo.

Bom gente, depois desse desabafo, acho que só me resta assistir um filme romântico, chorar mais ainda e me entupir de chocolate (branco, que é meu preferido!) Beijos e até amanhã, porque hoje pra mim já foi, perdi o dia…amanhã espero postar lá de casa! Até mais…

 

Sem categoria

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s